Tatuagem: dicas, tabus e conselhos – parte 1

Se conselho fosse bom ninguém dava, né? Mas eu sou teimosa, gênio forte e mesmo sem você ter me perguntado nada eu vou falar!! E certeza que você vai me agradecer depois.
Tatuagem é fogo, a gente coloca na cabeça que quer fazer e nem com reza braba a gente desiste. O desenho pode tá ainda superficial na mente, o dinheiro pode tá curto, mas se a vontade aperta, meu amigo, você faz de qualquer jeito. O que nesse momento eu exijo uma PAUSA. Isso, com letras garrafais. Guarde seu fogo e pondere as seguintes questões:
Desenho
Não vá pela moda (olha as tribaus, dragões nas costas, letras japonesas…); aceite sugestões do tatuador (considerando que a escolha dele foi feita na base da confiança); opine, leve um esboço. Enfim, lembre-se que é uma arte que vai ficar no seu corpo PARA SEMPRE. Vale super a pena pesquisar de verdade o que quer e mais, saber se será possível ficar do jeito que você está imaginando.
como tudo começou, minha braboleta. que fica assim, num lugar meio delicado. hahahaha… em cima do cóccix.
tô até precisando retocar a bichinha.
Parte do corpo
O preconceito é feio, patético, mesquinho, mas existe. E de verdade. Se o desenho for médio/grande e fugir das estrelinhas, borboletinhas e todos esses da modinha, as pessoas vão achar que em algum momento da sua vida você usou drogas, que você não é uma profissional competente e seus pais vão querer te deserdar, tirando de você todos os possíveis bens que serão seus um dia. Por isso, pondere o seu ambiente profissional e não faça algo só para chocar os seus pais. No futuro você terá a certeza de que não valeu a pena.
a segunda, meu coração alado. penseee numa dor. pensou? multiplica e foi a que eu senti. rsrsrs
Preço
Tatuagem é arte, lembra? Por acaso você anda por aí querendo dar preço nos quadros do Romero Britto? Acho que não, né? Então quem é você pra querer dizer quanto é uma tatuagem? Não pechinche! Não peça preço de pacote porque você e três amigas vão fazer a mesma coisa. Seja claro explicando o que você quer tatuar, converse de boa e espere o preço. Se não puder pagar, agradeça, como um ser humano educado que é, e se despeça. Você tem duas opções a partir daí: juntar o dinheiro e voltar pra fazer, ou esquecer dessa história de tatuagem e partir pra outra. Caso o tatuador se sensibilize e faça um descontinho… ai você aceita J
meu pequeno dragão. essa eu fiz com minha mãe, ouun… mas tava pensando em retocar e aí surgiu a idéia de cobrir.
mas vou ver com ela o que acha 🙂
Dor
Todo e qualquer lugar dói. É pele, né gente? É uma agulha rasgando você. O sangue vai sair, claro, por isso se você é daquele (a) que desmaia, só veja quando o desenho tiver pronto. Mas costumo dizer que a dor é proporcional à vontade que você tem de fazer a sua tatuagem. Por isso pesquise e se anime bastante que eu garanto que a dor vai ser menor do que você imaginou. Tenho no cóccix, no tornozelo, no pulso, na panturrilha , na costela e no braço – TODAS doeram. Não se iluda. Mas a dorzinha é boa e quando você vê o desenho se formando e ficando massa você até esquece dela. Mentira. Hahahaha… muaaahhh…. mas diminui sim. Pense assim: se fosse tão insuportável pouca gente faria.
To be continued… e desculpa aê as fotos, todas precisaram ser tiradas com o iphone 😦
Anúncios

5 thoughts on “Tatuagem: dicas, tabus e conselhos – parte 1

Deixe aqui o seu comentário :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s